A minha versão da história

Sinto o gosto do café na boca
Seus olhos vêm até mim
No calor do corpo
Um perfume discreto
.
Tardes singelas
Fizeram-me acreditar no amor
.
Seu cheiro no edredom
Recados carinhosos no espelho do banheiro
Bilhetes românticos guardados na gaveta
Presentes que jamais me desfiz
.
Dias tranquilos
Noites selvagens
.
Roupas de cama jogadas ao chão
Desejos ardentes
Peles coladas
Gemidos sinceros
.
Ofegantes por paixão
Juntos por vontade
.
Rimos de coisas que somente nós dois podemos entender
Agradamos um ao outro por amor
Por saudade
Sem intenções
.
Para ver o sorriso no rosto de quem ama

Para sentir aquele frio na barriga que só os apaixonados têm
.
Abraços
Mãos dadas
Colo a colo
Corações ardentes
.
Orgulho-me em andar ao seu lado
Sorrio sempre que a vejo vir ao meu encontro
.
Posso observá-la dormir
Dançar
Linda
Finjo que tudo é recíproco
.
Olhos às nuvens para te ver no céu
Mas caio em terra sem esperanças
.
Algo mudou
Seu sorriso não é mais o mesmo
Suas vontades mudaram
Sei que não acredita mais em mim
.
A paciência acabou
Eu, agora, te envergonho
.
Culpa-me por aquilo que não fiz
Por algo que não posso mudar
Por querer me tornar um homem que não estou preparado pra ser
Ainda
.
Aos poucos
Me evita
.
Não me atende
Só me procura para que eu devolva os pertences que ainda estão no meu armário
Tenta me convencer que não sou mais o mesmo
Porém, insiste que ainda seremos amigos
.
Sei que jamais vai acontecer
Não quero, não posso, seria impossível
.
A porta fecha
Um vazio imenso toma conta de mim
Nunca mais vamos nos ver
Não dessa forma
.
Um dia talvez você me procure
Com raiva, com ódio
.
Terá remorso
Por tudo que a fiz passar
Fará acusações
Irá me culpar pelo seu fracasso
.
Tudo bem
Infelizmente, algumas vezes tudo acaba assim
.
E mesmo que você afirme que nunca sentiu
Finja que não é verdade
Fuja, sofra, me abandone
E nada que eu diga a faça mudar de ideia
.
É um problema seu
Porque este é o meu amor
A minha verdade
O meu sentimento
.
E por mais que você negue
Nunca poderá tirá-lo de mim

Anúncios

Divagações

Procuro um jeito rápido para nunca mais conseguir resolver os meus problemas. Raiva. Fome. Impaciência. Uma gota de chuva cai e percebo o quanto isso é simples. Buscarei a eficiência e honestidade dos Poderes Executivo e Judiciário. Hipócrita. Sou apenas mais um idiota que critica o país que vivemos. Tudo bem. Não busco a aprovação de ninguém. Tenho consciência que tudo poderia ser bem melhor. Se quisessem. Se deixassem. Se…
.
Enquanto viajo em meus próprios pesadelos, um passarinho canta a minha janela. Vejo em seus olhos que está feliz. Radiante. Irônico. Aposto que grita a plenos pulmões o quanto me acha um grandessíssimo otário. Sorrio e penso calado. Aproveite, pois logo, logo estaremos todos extintos.
.
Não sei porque ainda contento-me em imaginar situações e diálogos que nunca irão existir? Perco horas e horas fingindo ser algo que nunca poderei ser. É um bom passatempo quando temos noção de nossa verdadeira realidade.
.
Celestial Wonder by Miwok.
Preocupo-me com aqueles que estão a minha volta, mas acho que nem sempre sabem que realmente me importo. Talvez nem desconfiam. Olham-me com desdém e proferem palavras injustas pelas minhas costas. Bem-vindo ao mundo real! Você por acaso pensou que haveria justiça se tratasse o outros bem? Se andasse na linha? A única justiça que existe é aquela que você faz por você mesmo. Sem esperar nada em troca. Sem depender que o mundo lute por você.
.
Pergunto-me se o amor tem capacidade para sobreviver em meio ao caos que vivemos hoje? Minha família não mostrou que é possível. Meus heróis menos ainda. Pelo menos a arte, os filmes e livros fazem-me fugir da realidade por alguns instantes.
.
Olhar o céu algumas vezes me traz momentos de paz. Principalmente quando o sol me esquenta pouco ao pouco enquanto acaricio um animal de estimação. Os animais são os únicos que realmente aprenderam a viver. Não querem nada além daquilo que precisam. Amam, transam, brincam. Não há nenhuma farsa em seu olhar. Pena que nós humanos há muito tempo esquecemos que também podemos ser assim.
.
Enfim, já está na hora de fechar os olhos e esquecer que escrevi tanta bobagem por aqui. Não há sentido nenhum em divagar sem ter coragem para seguir nosso próprio coração. Esqueço. Nego. Choro. Não há um dia sequer que não penso em você. Até mais ver. Adeus.

O teto de todas as noites

Ás vezes não sei
Se acabo sempre por abandonar os outros
Ou se é o mundo que pouco a pouco me deixa pra trás
.
Já perdi a conta
De todas as noites que engoli o choro
Não fechei os olhos
E me perdi em inúmeros pensamentos
Que nunca se tornarão reais
.
Corta-me o coração ver aqueles que amo sofrer
E sinto-me extremamente culpado
Por desejar a morte de alguém tão importante pra mim
.
O teto do quarto poderia ser uma tela em branco para exibir ininterruptamente todos os meus fracassos
.
Sinto saudades da minha infância
Tudo parecia mais simples
Mágico
As impressões que tinha do mundo, faziam a vida valer a pena
.
Sorrisos incontroláveis
Primeiros amores
Nenhuma preocupação
.
Era lindo viver quando existiam descobertas magníficas a todo momento
.
Arrependo-me por ter deixado o pessimismo e a desconfiança que tenho da humanidade
Dilacerarem minha inocência
.
Gostaria que uma estrela cadente cortasse o céu
E acabasse com todas as minhas angústias
.
Enquanto isso
Aguardo de mãos atadas o nosso declínio

E repreendo-me continuamente por não ter mais forças para acreditar

_____________________________
Imagem: Kim MyoungSung